Datas e Fatos - 13 JUN na História

Bom dia meus caros e especiais amigos.
Começamos mais uma semana com a Graça de Deus.
Vamos recordar alguns fatos marcantes nesta mesma data 13 JUN.

Datas comemorativas:
Dia de Santo Antônio de Lisboa;
Dia do Turista, não confundir com dia do Turismo que é 27 de setembro;
Dia Internacional de Conscientização sobre o Albinismo;
Dia do Ecologista Brasileiro;

Dia Mundial do Softball (softball). Lembra qual é o jogo? Ele foi inventado por George Hancock em 1887 nos Estados Unidos, como uma forma de jogar baseball em recintos desportivos cobertos. Em 1992 foi incluído no programa dos Jogos Olímpicos de Barcelona. O objetivo do jogo é marcar o maior número possível de pontos ("corridas") para vencer o jogo e aí está a sua chance de praticar exercício de corridas curtas e rápidas, faz bem para a saúde.

Bem, voltando as datas, em 1763 nasceu José Bonifácio de Andrada e Silva (m. 1838), considerado o “Patriarca da Independência”, e também considerado o primeiro ecologista brasileiro. Teve atuação política destacada e foi declarado oficialmente Patrono da Independência do Brasil no ano de 2018. Também teve destacada carreira como naturalista no campo da mineralogia. E vale registrar que descobriu quatro minerais, incluindo a petalita, que mais tarde permitiria a descoberta do elemento lítio, e a andradita, batizada em sua homenagem. Viram só, quantos atributos.

Já no ano de 1808 foi criado o Jardim Botânico no Rio de Janeiro e quem conhece sabe o quanto é lindo o local.

Em 1888 nasceu Fernando Pessoa (m. 1935), poeta, jornalista e crítico português, que vale lembrar foi educado na África do Sul, numa escola católica irlandesa de Durban, tendo maior familiaridade com o idioma inglês do que com o português ao escrever os seus primeiros poemas.

E por fim, 1917, quando da Segunda aparição de Nossa Senhora em Fátima em Portugal. Transcrevo a narrativa de Lúcia: "Fomos, pois, passar as horas da sesta à sombra das árvores que cercavam o poço já várias vezes mencionado. De repente, vimos o mesmo Anjo junto de nós. — Que fazeis? Orai! Orai muito! Os Corações de Jesus e Maria têm sobre vós desígnios de misericórdia. Oferecei constantemente ao Altíssimo orações e sacrifícios. — Como nos havemos de sacrificar? — perguntei. — De tudo que puderdes, oferecei um sacrifício em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores. Atraí, assim, sobre a vossa Pátria, a paz. Eu sou o Anjo da sua guarda, o Anjo de Portugal. Sobretudo, aceitai e suportai com submissão o sofrimento que o Senhor vos enviar. E desapareceu. Estas palavras do Anjo gravaram-se em nosso espírito, como uma luz que nos fazia compreender quem era Deus, como nos amava e queria ser amado, o valor do sacrifício e como Ele Lhe era agradável, como, por atenção a Ele, convertia os pecadores. Por isso, desde esse momento, começamos a oferecer ao Senhor tudo que nos mortificava, mas sem discorrermos a procurar outras mortificações ou penitências, exceto a de passarmos horas seguidas prostrados por terra, repetindo a oração que o Anjo nos tinha ensinado”.

Emocionantes com certeza, e muito verdadeiro. Outro dia falaremos mais sobre Datas e Fatos, mas ficando aqui meu fraterno abraço de Paz e Luz para todos nesta semana.
Fé na Missão e até nosso próximo encontro.
Amilton Passos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGENS EM DESTAQUE

Amilton Passos em Contos, Crônicas e Poesias

Amilton Passos em Contos, Crônicas e Poesias

HOJE NA HISTÓRIA - Www.Amiltonpassos.Com

LOGBOOK: PU3GAP - PX3Q0681- PY3387SWL

 
www.hrdlog.net