Foto da capa

Foto da capa

- CARROS BRASILEIROS QUE SAIRAM DE LINHA CONTINUAM VIVOS NA INTERNET



Quem não andou num Opala ou viu passar um Galaxie chamado de banheira. Muitos ainda encontram os “dojões” com seus motores roncando forte. Passats ganham destaque em tempos de guerra, ao menos no Iraque, onde ainda são valorizados. Esse mundo de carros antigos, que fizeram história no Brasil, ainda está vivo na internet. Mantido por colecionadores apaixonados com sites que às vezes são melhores do que os das próprias montadoras de origem.



DKW Modelo histórico da indústria automobilística brasileira e raramente encontrado nas estradas. Seu motor de dois tempos, com ruído carcaterístico, marcou época. A página é excelente. O volume de informações chega a assustar e, cuidado, você poderá sair da página querendo comprar um DKW.

DODGE 1800 e POLARA Para quem gosta desse modelo, que quando foi lançado como 1800 apresentou vários problemas, e depois de corrigidos passou a ser denominado Polara, o site é um prato cheio. O visual é precário, mas há muitas informações úteis. O responsável é um jovem paraibano que provavelmente andava na cadeira de bebê quando o veículo foi lançado, mas apaixonou-se pelo modelo e conhece muito do veículo.

DODGE Além de todas as informações possíveis para os apreciadores do chamado Dojão, com seus vários modelos como Charger, Magnum, Lê Baron, o site possui serviços interessantes que incluem compra de peças e de souvenirs com a marca. Inclusive lista com oficinas especializadas.

FUSCA O fusca é parte do Brasil, mas, surpreendentemente, tem poucos sites dedicados a ele.
Esse é um deles que, embora tenha qualidade, deixa um sabor de quero mais nos fãs do besouro que tanta história tem para contar.

GALAXIE Somente os loucos por Galaxie e Landau devem visitar este site. Ao clicar abrem muitas janelas que acabam com a paciência de qualquer pessoa que seja apenas curiosa pela marca. Tem que gostar demais.

MAVERICK Esse carro da Ford conquistou muitos motoristas pelo seu poderoso V8 Motor 302, que era utilizado no Mustang e depois veio a equipar o Ford Landau em 1976.O site é simples mas permite matar as saudades de um dos carros mais potentes da história do automobilismo brasileiro.

MONZA Outro ícone da indústria automobilística brasileira, com site de qualidade, repleto de informações e com as programações de reunião dos colecionadores. O site oferece inúmeros serviços úteis, inclusive uma seção de dicas de Faça Fácil que já vale a visita.

OPALA É considerado o primeiro site sobre automóveis do Brasil. E seguramente é um dos melhores no gênero. O Opala faz parte da história da maioria dos brasileiros que nele andaram seja como proprietários ou passageiros. No final de carreira foi muito utilizado como táxi e seu motor 6c é um ícone da indústria automobilística. O site é profissional. Uma verdadeira aula de Opala que merece ser visitado por qualquer apreciador de carros.
PASSAT O Passat já foi o modelo preferido entre 7 de cada 10 jovens brasileiros. Exportado para todo mundo, tem fãs inclusive no Iraque, onde ainda circula e pode valer milhares de dólares.O site é simples e está colhendo informações sobre o modelo. Caso você já teve um e quer colaborar ou matar as saudades visite a página.

PUMA Feitos em fibra de vidro marcaram época e foram um marco de estilo e design. A página é de excelente nível e tem tido repercussão junto à mídia especializada. É possível conhecer a história do modelo que surgiu nas pistas em meados dos anos sessenta.

VW SP2 A página surpreende pela simplicidade, levando-se em conta que o SP2 tornou-se famoso pelo seu design já que o motor deixava a desejar. Mas como é o único site do modelo no mundo, pode ser considerado o melhor de todos. Brincadeira à parte o site traz informações interessantes e revela que o SP2 introduziu várias inovações nos bancos, material utilizado no painel, sem falar nos dois porta-malas, dianteiro e traseiro. Foi o primeiro carro nacional totalmente projetado no Brasil. De 1972 até 1976 foram produzidos pouco mais de 10.000 unidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário