Foto da capa

Foto da capa

- Projeto Raízes, Valores e Tradições.

O projeto tem por objetivos, divulgar o patrimônio histórico do Exército, visando o fortalecimento dos valores, tradições e ética profissional militar; Incentivar a pesquisa e a difusão da História Militar do Brasil; Estimular o culto aos heróis militares nacionais e conhecer os aspectos históricos da Região, Estado e Município onde o militar está servindo.
O projeto ainda deve enfatizar a história do nosso Exército, destacando aspectos históricos da própria Organização Militar (OM), da sua Grande Unidade, de seu Grande Comando Operativo enquadrante e peculiaridades de sua área de responsabilidade.
Devem ser considerados os feitos realizados por personalidades militares e civis de destaque na história municipal, estadual, regional e os fatos importantes ocorridos em sua área de responsabilidade. Os dados históricos devem contribuir para aprimorar a competência profissional de Oficiais e Praças, proporcionando-lhes um contínuo aperfeiçoamento no conhecimento de história geral e de nossa Instituição, aprimorando a cultura e o caráter militar, por meio de valores e tradições, que servirão de referência para o cumprimento da missão, individual e coletiva, das OM.
Além do enunciado acima, os conhecimentos transmitidos deverão contribuir para desenvolvimento do hábito da leitura, a fim de melhorar a oratória e a reflexão sobre acontecimentos passados e presentes. A meta do presente trabalho é tornar o militar um formador de opinião e vetor de difusão de conhecimento, dentro e fora dos aquartelamentos, e multiplicador do poder relativo de combate.
O projeto visa beneficiar todo o Exército, sendo, inicialmente, priorizados os três Órgãos de Direção Setorial (ODS) que realizam a formação de recursos humanos: o Comando de Operações Terrestres (COTER), o Departamento de Ensino e Cultura do Exército (DECEx) e o Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT).
Nos Corpos de Tropa, a prioridade deve ser dada aos Quadros durante a Capacitação Técnica e Tática do Efetivo Profissional (CTTEP).
Por fim, o conhecimento do histórico de combate da OM, em que está servindo, deve se constituir em motivo de orgulho para o militar, por pertencer a uma Unidade que participou de operações de guerra na defesa do Território Pátrio e da Nação.
Assista o vídeo apresentado na Reunião do Alto Comando do Exército (RACE) em 2015, com texto do Gen Walter Nilton Pina Stofel, formatação do TCel Marcelo de Mello Ribeiro e locução do 2º Ten Amilton Mendes dos Passos.

Fonte: Portaria Nº 073-EME, de 7 de Abril de 2015
Boletim do Exército nº 15, de 10 de abril de 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário