Foto da capa

Foto da capa

- Lançamento do livro “As quatro meninas" de Andreia Donadon

andreiadonadonlealA escritora e ex-aluna da UFOP, Andreia Donadon Leal lançará no dia 23 de maio de 2015, às 17:30, no auditório do ICHS/UFOP, em Mariana - MG, seu 16º livro, "As quatro meninas", voltado para o público infantojuvenil.
Andreia Donadon Leal enreda-se afundada até os joelhos nesta experiência de contar a história do encontro das quatro meninas: Sandra, Denise, Helena e Rita com quatro garotos “misteriosos”, com quem conversaram-teclaram por longo tempo pelo facebook.
Se antes, as cartas e bilhetinhos de um pretendente, faziam sonhar as meninas, emolduravam rostos e vozes nos caprichos das letras postas no papel; hoje, as redes sociais com todo o seu potencial virtualizante, com tantas inovações, ainda continuam fazendo o mesmo: promovendo sonhos, protegendo da timidez do primeiro contato e emoldurando pretendentes. Mais que diferenças, ambas, cartas e redes sociais, servem para ancorar contatos e diluir um pouco os desejos de expansão até o outro.
A ansiedade das quatro meninas à véspera do encontro e um pouco de suas rotinas familiares, permeadas de uma leitura atenta do universo teen atual, transporta-nos para uma história em que porções de poesia e de arte ajudam a tecer a aventura e os riscos de descobrir as coisas por si mesmas.
O enredo tem o mérito de não privilegiar nenhuma das quatro meninas, dando-lhes a mesma atenção nos detalhes descritivos e narrativos, dispondo de uma linguagem “entendida” e “digna” de incorporar o universo retratado.
E assim, envolvidos pela magia do ser conduzido pelo autor experiente, os sete capítulos de As Quatro Meninas passam-se tão rapidamente porque também partilhamos da ansiedade das meninas, e queremos logo saber se o encontro acontece ou não, se dará tudo certo, quem eram os garotos, se eram o que elas esperavam, se não era nenhuma “armadilha” das redes sociais, se as mães saberão lidar com o momento das filhas...e com isso, lemos o livro numa só investida, sem titubear ou nos perder.
Ao final saímos da Pizzaria Bom Gosto junto com as quatro, inundados de uma história que nos faz relembrar nossas experiências pessoais e nos reinstalar momentaneamente em nossa adolescência, ou de alegrar-nos em nos vermos aí, imiscuídos na história, como uma destas adolescentes tão arquetípicas.
A escritora distribuirá GRATUITAMENTE os livros na tarde de lançamento, através do projeto idealizado em 2009, Poesia Viva - a poesia bate à sua porta, projeto de incentivo à leitura e acesso aos livros, que já doou 32.000 para comunidade em 17 estados brasileiros. Não percam!

Enviado por Donadon (jbdonadon@jornalaldrava.com.br) em 3 de maio de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário