Foto da capa

Foto da capa

- II Curso de Atualização em História Militar, Política e Biográfica


De 14 de maio a 27 de agosto, será realizado o 
II Curso de Atualização em História Militar, Política e Biográfica
O curso será gratuito e aberto à comunidade civil e militar. 
 Para mais informações, clique aqui ou acesse:

- Concerto Didático com Maurício Silva

     Olá pessoal!

     Convido a todos para meu concerto no dia 28/04 na Escola de Música Villa-Lobos, Auditório Guerra-Peixe, às 19h.

     Os convidados Felipe Braz da Silva e Quarteto de Clarinetas Ômega, junto comigo como solista do programa interpretaremos o seguinte repertório:

     1° - Três Peças para Clarineta Solo de Stravinsky;

     2° - Choro N° 2 de Heitor Villa-Lobos;

     3° - Lirico Jazzy Duo de Armando Ghidoni;

     4° - Introdução, Tema e Variações de Rossini. Arranjo de Maurício Silva.

     Lembrando: dia 28 de Abril de 2014, 19h na rua Ramalho Ortigão, nº 9 no Centro do Rio de Janeiro.

     Conto com vossa presença! Será uma honra!

     Maurício Silva

mauriciio

- Imagina se fosse você: Alienação Parental

Postagem do meu irmão e amigo Alexander Man Fu.
Titulo: Imagina se fosse você: Alienação Parental.
Diante dos acontecimentos vinculados à morte de crianças por Pais, Mães, Madrastas etc... e às vésperas de “comemorarmos” o dia Internacion...
Se  ficou interessado, acesse a matéria completa em seu blog:
http://alexandermanfu.blogspot.com.br/2014/04/imagina-se-fosse-voce-alienacao-parental.html?spref=fb

- Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra 2014

Inscrições para Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra terminam dia 30
Evento oferece atividades para instrumentistas de clarinete, flauta, fagote, oboé e piccolo


O Conservatório de Tatuí, instituição da Secretaria de Estado da Cultura e do Governo de São Paulo, encerra na quarta-feira, dia 30, o período de inscrições para a quarta edição do Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra. O evento, que integra a série de ações que marcam os 60 anos de fundação do Conservatório de Tatuí, será realizado de 7 a 10 de maio.
O Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra reúne atividades para os instrumentos de madeiras – flauta, clarinete, fagote, oboé. Neste ano, também serão oferecidas atividades específicas para piccolo. Aulas práticas, workshops, recitais e concertos são algumas das atividades previstas.
Para participar, basta efetuar a inscrição. “Não é preciso ser aluno do Conservatório de Tatuí para participar. Qualquer interessado, de qualquer nível de conhecimento, pode se inscrever e acompanhar as ações, com direito a certificado ao final do evento”, destacou o coordenador Otávio Blóes.
Para se inscrever, basta acessar o site www.conservatoriodetatui.org.br/emadeiras, preencher a ficha de inscrição e efetuar o pagamento da taxa, no valor de R$ 40. Além de oferecer acesso a todas as aulas, recitais e concertos, a inscrição dá direito, aos 40 primeiros, a alojamento gratuito durante o período de realização do evento.
O Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra é um dos dez eventos internacionais organizados de forma bienal pelo Conservatório de Tatuí. Ele recebe convidados de destaque internacional nos instrumentos de flauta, oboé, clarinete e fagote – neste ano, também de Piccolo e requinta.
Entre os convidados confirmados estão os irmãos Tadeu e Benjamin Coelho. Filhos do ex-diretor do Conservatório de Tatuí José Coelho de Almeida, os instrumentistas são destaque nos Estados Unidos, onde residem há muitos anos. O fagotista Benjamin é professor na University of Iowa. Já o flautista Tadeu é professor na “University of North Carolina School of the Arts”, também nos Estados Unidos.
Outro artista confirmado é Edson Beltrami, também ex-aluno do Conservatório de Tatuí – onde atuou como professor, coordenador e regente. Desde 2003 é regularmente convidado como 1ª Flauta da Osesp, com a qual tem participado em concertos regulares, gravações e Turnê (EUA). Atualmente, é 1ª Flauta Solo da Orquestra Filarmônica Bachiana de São Paulo.
Outro ex-aluno a participar como artista convidado do Encontro de Madeiras de Orquestra é Thiago Naguel, clarinetista.
Também participam como professores e solistas os artistas Michel de Paula (piccolo), Alexandre Ficarelli (oboé), Guiliano Rosas (clarinete), Joelson Menezes (requinta) e Felipe Destéfano (fagote). Daniel Tamborin atua como luthier convidado e Dario Sotelo, como palestrante. O evento contará ainda com participação das pianistas Cristiane Bloes e Míriam Braga, da Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí e da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí.

IV Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra
Inscrições:
20 de março a 22 de abril (executantes)
20 de março a 30 de abril (ouvintes)

Fonte: http://www.conservatoriodetatui.org.br/
 

- Lançamento do livro “A Música Vinha da Sala”

a musica vinha da sala O novo comandante militar diz para a tropa: “Assumo o comando de...”. A esposa assume deveres e obrigações, o que a leva a se “casar” com a profissão dele.

As companheiras regam com amor e docilidade esse ambiente árido e disciplinado, em um mundo desconhecido, com as incertezas das constantes transferências de domicílio.

Daí vem uma música; somos os compositores, os instrumentistas e os maestros de nós mesmos, o que mostra o nosso jeito. Senti-la é abrir a porta dos mistérios da alma e nos fortalecer contra os medos. Essa melodia é fascinante, se nos sintonizamos na frequência do sopro do Criador.

Esposa de militar, o livro “A Música Vinha da Sala...”, pela editora Multifoco, eu escrevi para você, mas seu marido também poderá ler.   

O lançamento será no Forte de Copacabana, na sala ao lado da Confeitaria Colombo, no dia 09 de maio, a partir das 18h. Agradeço sua presença!

Márcia Modesto – Escritora

- Tempo Pascal

     A páscoa é conhecida como o tempo de passagem das trevas para luz. É uma palavra hebraica “Pessah” que significa passagem.

     A páscoa é a festa mais importante do cristianismo. É a festa da ressurreição de Cristo. Uma passagem da escravidão para libertação. Passagem da morte para a vida.

     E é esse o convite que se renova, a cada ano, quando celebramos a semana santa.

Somos imagem e semelhança de Deus, somos santos, somos pecadores. Essa dicotomia nos leva a caminhos ora erráticos ora corretos, ora cultivamos bons sentimentos, vivemos a solidariedade, o amor, ora agimos com impiedade, com egoísmo e afasta-nos do que de fato somos. E por isso nos angustiamos e nos perdemos do caminho do bem.

     Cristo com sua morte e ressurreição nos deu a salvação. Edificou-nos uma ponte de amor, mas, sendo preciso que façamos a nossa parte.

     Ninguém é obrigado a ser livre embora fomos criados para isso. Ninguém é obrigado a fazer o bem embora seja essa nossa essência.

     Que nesta Páscoa possamos fazer a passagem de uma vida errática para uma vida plena de amor.

     Que a luz de Cristo seja a nossa Luz.

     Fraterno abraço.

Fonte: Texto e imagem adaptados da internet

- 18 de Abril, Dia Internacional do Radioamador

O radioamadorismo, ou Serviço de Amador é um hobby científico praticado em quase todos os países do mundo por pessoas habilitadas e licenciadas por autoridades, para a intercomunicação e estudos técnicos sem motivo de lucro.

Assim como outros hobbies, o radioamadorismo possui legislação nacional e internacional que regulamenta as condições de uso e as frequências de rádio destinadas à atividade, e que obrigatoriamente deve ser seguida pelos seus praticantes, chamados de radioamadores.

O Dia Internacional do Radioamador foi criado pela Circular de nº 01, da IARU (International Amateur Radio Union) no dia 18 de abril, comemorando assim a fundação daquela entidade internacional.

diadoradioamador

- Gabriel García Márquez, Prêmio Nobel de Literatura 1982.

ggmamp

Gabriel José García Márquez (1927- 2014) foi escritor, jornalista, editor, ativista e político colombiano sendo considerado um dos autores mais importantes do século XX e responsável por criar o realismo mágico na literatura latino-americana.

Laureado com o Prémio Internacional Neustadt de Literatura em 1972, e o Nobel de Literatura de 1982, teve suas obras traduzidas em 36 idiomas, alcançando repercussão na Europa nos anos 1960 e 1970. Seus livros refletiam sobre os rumos políticos e sociais da América Latina. Teve como seu primeiro trabalho o romance "La Hojarasca" publicado em 1955. Em 1961 publica "Ninguém escreve ao coronel". A obra Relato de um náufrago, muitas vezes apontada como seu primeiro romance, conta a história verídica do naufrágio de Luis Alejandro Velasco e foi publicado primeiramente no "El Espectador", somente sendo publicada em formato de livro anos depois, sem que o autor soubesse. O escritor colombiano possui obras de ficção e não ficção, tais como Crônica de uma morte anunciada e “O amor nos tempos da cólera”. Em 1967 publica “Cem Anos de Solidão”, livro que narra a história da família Buendía na cidade fictícia de Macondo, desde sua fundação até a sétima geração.

Suas novelas e histórias curtas – fusões entre a realidade e a fantasia – o levaram ao Nobel de Literatura em 1982. Em 2002 publicou sua autobiografia “Viver para contar”, logo após ter sido diagnosticado um câncer linfático. Aos 87 anos, morre no México em 17 de abril de 2014.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gabriel_Garc%C3%ADa_M%C3%A1rquez

- Coral Paulistano Mario de Andrade abre Encontro Internacional de Performance Histórica em Tatuí

Tem início na próxima quarta-feira, 23, a quarta edição do Encontro Internacional de Performance Histórica, evento organizado pelo Conservatório de Tatuí, instituição da Secretaria de Estado da Cultura e do Governo de São Paulo. Com recitais e concertos diários e com recorde de inscritos – mais de 200, ao todo -, o evento abre a série de encontros internacionais organizada para celebrar os 60 anos de fundação do Conservatório de Tatuí. O Encontro de Performance Histórica tem coordenação de Débora Ribeiro.

Além de atividades pedagógicas como aulas técnicas, palestras e workshops, que são destinados exclusivamente aos participantes inscritos ao evento, o Encontro Internacional de Performance Histórica conta com recitais e concertos, abertos a qualquer interessado.

A abertura oficial do evento internacional será na quarta-feira, 23, às 20h30, com apresentação do Coral Paulistano Mário de Andrade e Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí, sob regência de Martinho Lutero de Oliveira, Cadmo Fausto e Luiz Marchetti. O concerto será realizado no Teatro Procópio Ferreira, com ingressos vendidos a R$ 12 (R$ 6 meia entrada).

 

IV Encontro Internacional de Performance Histórica

De 23 a 26 de Abril

Abertura: Quarta-feira, 23, às 20h30

Coral Paulistano Mario de Andrade e Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí

Teatro Procópio Ferreira

Rua São Bento, 415

Ingressos: R$ 12 (R$ 6 meia entrada)

Outras apresentações:

Salão Villa-Lobos – Rua São Bento, 415

Auditório da Unidade II – Rua São Bento, 808

Confira programação completa em conservatoriodetatui.org.br/eperformance

- E se você fosse convidado para o seu próprio funeral?

Este vídeo foi publicado em 04 Abr 2014, ultrapassando a marca de 3.112.604 visualizações em apenas umasemana. 
Trata-se de uma campanha para diminuir o excesso de velocidade nas estradas. 
Praticamente ninguém sente que é perigoso dirigir em excesso de velocidade, no entanto, o resultados são trágicos ferindo espiritualmente e fisicamente centenas de pessoas a cada ano. E tendemos ainda a ignorar as muitas vidas de pessoas próximas a nós que são devastadas da mesma maneira.
Para abrandar os seus entes queridos antes que seja tarde demais, as pessoas neste filme foram convidaram por amigo "excesso de velocidade" para um encontro, sem saber que tratava-se de seu próprio funeral. 
Fica o registro como ensinamento, fica o convite para diminuir a sua velocidade.
Meu fraterno abraço.

- A Influência dos espíritos em nossas vidas

Allan Kardec coloca na pergunta 459 do Livro dos Espíritos um questionamento sobre esse assunto nos seguintes termos: “Os espíritos influem sobre os nossos pensamentos e as nossas ações?” Reposta: “A esse respeito sua influência é maior do que credes, porque, frequentemente, são eles que vos dirigem".
Este vídeo foi apresentado no programa Transição e Fraternidade Francisco de Assis em 19/02/2013. com o temaA Influência dos espíritos em nossas vidas. 
São convidados: Alberto Almeida, João Lourenço Navajas, Ercília Zilli, Mario Mas, Milton Felipeli, Marlene Nobre, Suely Caldas Schubert.- A Influência dos espíritos em nossas vidas

- 13 de Abril - Dia do Hino Nacional Brasileiro

O Hino Nacional Brasileiro é um dos quatro símbolos oficiais da República Federativa do Brasil, conforme estabelece o art. 13, § 1.º, da Constituição do Brasil e tem a letra de Joaquim Osório Duque Estrada e música de Francisco Manuel da Silva.

A música do hino foi inicialmente composta para banda de música pelo Tenente Antônio Pinto Júnior tendo a orquestração de Antônio de Assis Republicano. A adaptação vocal foi feita por Alberto Nepomuceno sendo proibida a execução de quaisquer outros arranjos vocais ou artístico-instrumentais do hino. A propriedade plena e definitiva da letra do hino foi adquirida por 5:000$ (cinco contos de réis), pelo decreto n.º 4.559 de 21 de agosto de 1922 pelo presidente Epitácio Pessoa e oficializado pela lei n.º 5.700, de 1 de setembro de 1971.

Pintura de Augusto Bracet retrata Dom Pedro I em 1822 compondo o Hino Nacional, hoje Hino da Independência.

Sobre a composição, chamada inicialmente de "Marcha Triunfal", composta para comemorar a Independência do país, recebeu duas letras. A primeira letra, composta quando Dom Pedro I abdicou do trono, tendo a autoria de Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, sendo cantada pela primeira vez, juntamente com a execução do hino, no cais do Largo do Paço (ex-Cais Pharoux, atual Praça 15 de Novembro, no Rio de Janeiro), a 13 de abril de 1831, em desacato ao ex-imperador que embarcava para Portugal.

A letra dizia o seguinte:amp@ssos

Os bronzes da tirania
Já no Brasil não rouquejam;
Os monstros que o escravizavam
Já entre nós não vicejam.

(estribilho)

Da Pátria o grito
Eis que se desata
Desde o Amazonas
Até o Prata

Ferrões e grilhões e forcas
D'antemão se preparavam;
Mil planos de proscrição
As mãos dos monstros gizavam.

Por esta razão, o hino passou a se chamar "Hino ao 7 de abril" em alusão à abdicação de Dom Pedro I.

Já a segunda letra, na época da coroação de Dom Pedro II, é de autoria desconhecida, e dizia:

Negar de Pedro as virtudes
Seu talento escurecer
É negar como é sublime
Da bela aurora, o romper.

Após a Proclamação da República em 1889, um concurso foi realizado para escolher um novo Hino Nacional. A música vencedora, entretanto, foi hostilizada pelo público e pelo próprio Marechal Deodoro da Fonseca. Esta composição ("Liberdade, liberdade! Abre as asas sobre nós!...") seria oficializada como Hino da Proclamação da República do Brasil, e a música original, de Francisco Manuel da Silva, continuou como hino oficial. Somente em 1906 foi realizado um novo concurso para a escolha da melhor letra que se adaptasse ao hino, sendo vencedor o poema de Joaquim Osório Duque Estrada, em 1909, mais tarde oficializado pelo Decreto do Presidente Epitácio Pessoa em 1922 e permanece até hoje.

Fontes:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/hino.htm

http://www.hinonacionalbrasileiro.net/significado-hino-nacional.php

http://pt.wikipedia.org/wiki/Hino_Nacional_Brasileiro

Wayne Tobelem dos Santos - Compreendendo os hinos brasileiros

- LAAD Security 2014 Rio de Janeiro

Sem título

A LAAD Security - Feira Internacional de Segurança Pública e Corporativa - começa amanhã, 08 de Abril de 2014.
Programe sua visita com antecedência e tenha o melhor resultado durante sua presença na exposição.

Confira abaixo informações úteis para facilitar sua visita:
DATAS E HORÁRIOS
8 e 9 de abril - das 10h às 18h
10 de abril - das 10h às 17h

ENTRADA NA FEIRA - Para agilizar sua entrada, basta fazer o credenciamento online gratuito e disponível para profissionais do setor. Caso já tenha realizado seu cadastro, basta levar o código de credenciamento ou seu CPF eretirar sua credencial nos totens de auto-atendimento.

LISTA DE EXPOSITORES
Conheça as empresas que estarão presentes. Acesse a lista de expositores atualizada.

PLANTA DA FEIRA
A planta atualizada está disponível no website www.laadsecurity.com.br

COMO CHEGAR
A LAAD Security será realizada no Pavilhão 2 do Riocentro: Av. Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. A entrada de visitantes será pelo portão A.

ESTACIONAMENTO
O estacionamento é um serviço oferecido pelo fornecedor do Riocentro. O custo para o período de 12 horas é R$ 20.

III SEMINÁRIO DE SEGURANÇA LAAD
Ainda é possível realizar a sua inscrição para o III Seminário de Segurança LAAD. São três módulos, sendo Segurança Pública (08/04), Segurança Corporativa (09/04) e Segurança para Grandes Eventos (10/04). Confira as condições de pagamento e realize sua inscrição no local. O credenciamento à feira não dá acesso ao seminário.
Até amanhã! Equipe LAAD Security

unnamed

Fonte: http://www.laadsecurity.com.br/index.php

- Comando Verde tem pré-lançamento durante LAAD 2014

Sem títuloLivro, com prefácio de Rodrigo Pimentel, conta de forma ficcional e eletrizante enredo inspirado em histórias verdadeiras sobre a ocupação pelo Exército dos complexos da Penha e do Alemão

Não poderia haver melhor lugar para fazer o pré-lançamento de um livro que conta os bastidores de uma mega operação militar que a LAAD Security, maior feira internacional de segurança pública e corporativa da América Latina.

Comando Verde conta a história de um tenente do Exército Brasileiro (EB) que, por questões pessoais, odeia traficantes de drogas, mas que, por um golpe do destino, acaba se apaixonando por uma das líderes do tráfico nas favelas que compõem os complexos da Penha e do Alemão. Com este improvável romance como pando de fundo, os autores – um coronel do Exército (Fernando Montenegro) e um jornalista especializado em assuntos de segurança (Marcos Ommati) – desenvolvem uma trama recheada de muita ação e aventuras, sendo que a maioria dos fatos narrados são inspirados em acontecimentos reais.

“Depois que o coronel Fernando Montenegro foi para a reserva do Exército, logo após ter passado vários meses nos complexos da Penha e do Alemão comandando mais de 800 militares da Força de Pacificação da Operação Arcanjo, ele me relatou várias histórias impressionantes e um registro fotográfico e de imagens riquíssimo foi cedido por fotógrafos de revistas especializadas. A opção do que fazer com todas estas narrativas e imagens está nas páginas de Comando Verde , que são complementadas pelo website e pela fan page do livro”, conta Marcos Ommati.

Sendo ambos os autores fascinados por seriados americanos de TV e filmes, a ideia original era escrever um roteiro para estes meios, mas acabaram criando um livro em linguagem cinematográfica, em que cada um dos 45 capítulos é pleno de emoção e ritmo, como episódios de uma série de televisão.

“Obviamente nosso público alvo mais óbvio são os militares das forças armadas e de outras forças de segurança, porém posso garantir que qualquer pessoa irá se deleitar com a forma como contamos histórias muitas vezes emocionantes, outras vezes tristes, mas nunca desinteressantes”, diz o coronel Montenegro.

E quem já leu Comando Verde concorda. Veja, por exemplo, o que diz o autor dos livros Carga Pesada,Plano de Ataque e Caixa Preta, Ivan Sant’Anna: “com o domínio claro da narrativa, os autores inserem pistas falsas, que não são gratuitamente atiradas, mas elegantemente sugeridas, para que não se perca o interesse na trama, transformando os fatos reais de maneira original, inteligente, misteriosa e sensual num delicioso romance estilo best seller”.

comando vdO livro também recebeu o aval de um dos roteiristas de Tropa de Elite I e II, Rodrigo Pimentel. O ex-oficial do BOPE escreveu no prefácio de Comando Verde que “este é um livro extremamente original com ineditismo sem precedentes. Pela primeira vez na literatura recente brasileira, temos a oportunidade de ver alguns temas históricos, como o ataque à base brasileira no rio Traíra (na fronteira com a Colômbia) e a atuação da Força de Pacificação sob o enfoque de um protagonista do Exército Brasileiro”.

O coronel Fernando Montenegro estará na LAAD 2014 para autografar cópias de Comando Verde aos interessados no estande da Revista Tecnologia & Defesa, localizado no pavilhão 2, nos dias 08, 09 e 10 de abril entre 14h e 16h.

Para mais informações, visite www.comandoverde.com

- FIERJ nos 70 Anos do desembarque da FEB na Itália.

fierj 

Homenagem ao Soldado Desconhecido Brasileiro,

Dia da Recordação dos Heróis e Mártires do Holocausto, e

70 Anos do Desembarque da Força Expedicionária Brasileira na Itália – 1944

71 Anos do Levante do Gueto de Varsóvia – 1943

Neste singelo Monumento aos Pracinhas recordamos nossos bravos soldados, que na Itália combateram a mesma ideologia enfrentada pelos lutadores do gueto. A Bíblia Sagrada nos ensina o dever de memória. Nela está escrito 169 (cento e sessenta e nove) vezes a palavra hebraica Zachor – Lembrar.

Monumento que abriga a ultima morada de 467 heróis brasileiros, e os nomes de mais de 1 milhar de patrícios que tiveram o mar como tumulo, onde cumprimos duplo propósito, de reverenciar o seu heroísmo e recordar o sacrifício de um punhado de jovens combatentes do Gueto, sob o comando de Anilewicz e Frenkel, que tiveram o destemor de enfrentar uma batalha assimétrica durante 27 longas jornadas em Varsóvia.

De cabeça erguida, enfrentaram o inimigo muito superior militarmente, já sabendo que poucos poderiam sobreviver.

Neste mês de abril, recordamos o grande herói nacional Tiradentes, inebriado pela esperança de Liberdade, ainda que tardia. Eram os mesmos ideais dos que lutaram na Europa contra a barbárie, e dos que sofreram com a intolerância, em nome de uma ideologia equivocada.

Amanhã, segunda-feira 14 de abril, quando se inicia o Pessach – a Páscoa Judaica, comemoramos também uma das maiores vitorias da FEB na Itália, a Batalha de Montese.

Efemérides que bem representam o ideal da liberdade, expresso tanto na comemoração do Êxodo dos Hebreus, que foram escravos no Egito, quanto na libertação dos italianos da tirania nazifascista pelos pracinhas brasileiros, os Soldados que Vieram de Longe.

Os Combatentes Brasileiros de Terra, Mar e Ar, Heróis de Monte Castello e Montese, do Atlântico Sul, da Aviação de Caça e de Patrulha, os Combatentes do Gueto, Partisans e os 6 milhões de Mártires do Holocausto serão para sempre lembrados.

A memória da sua luta é a bandeira de todos que sonham com a Paz e com um mundo melhor, livre e pleno de justiça social.

Convite FIERJ 13 abril 2014 10h

Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial

Rio de Janeiro, 13 de abril de 2014.

Jayme Salomão – Presidente  

Israel Blajberg - Diretor de Cidadania