Foto da capa

Foto da capa

- Da nossa janela, o último amanhecer 2014

4Hora de agradecer pelas bênçãos em nossas vidas, pela família, pelo trabalho e pelas amizades. Lembrar que as dificuldades foram para nos fortalecer na fé. Que em 2015 o Senhor Jesus possa nascer no coração de todos.

- Os Nossos Heróis

     Passamos boa parte da nossa existência cultivando imagens de heróis.
     Até que um dia o pai herói começa a passar o tempo todo sentado, resmunga baixinho e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça.
     A heroína do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá de implicar com a empregada.
     O que papai e mamãe fizeram para caducar de uma hora para outra? Envelheceram....
     Nossos pais envelhecem. Ninguém havia nos preparado pra isso.
     Um belo dia eles perdem o garbo, ficam mais vulneráveis e adquirem umas manias bobas.
     Estão cansados de cuidar dos outros e de servir de exemplo: agora chegou a vez deles serem cuidados e mimados por nós, nem que pra isso recorram a uma chantagenzinha emocional.
     Têm muita quilometragem rodada e sabem tudo, e o que não sabem eles inventam.
     Não fazem mais planos a longo prazo, agora dedicam-se a pequenas aventuras, como comer escondido tudo o que o médico proibiu.
     Estão com manchas na pele. Ficam tristes de repente. Mas não estão caducos: caducos ficam os filhos, que relutam em aceitar o ciclo da vida.
     É complicado aceitar que nossos heróis e heroínas já não estão no controle da situação.
    Estão frágeis e um pouco esquecidos, têm este direito, mas seguimos exigindo deles a energia de uma usina.
     Não admitimos suas fraquezas, seu desânimo.
     Ficamos irritados e alguns chegam a gritar se eles se atrapalham com o celular ou outro equipamento e ainda não temos paciência para ouvir pela milésima vez a mesma história que contam como se acabassem de tê-la vivido. Em vez de aceitarmos com serenidade o fato de que as pessoas adotam um ritmo mais lento com o passar dos anos, simplesmente ficamos irritados por eles terem traído nossa confiança, a confiança de que seriam indestrutíveis como os super-heróis. Provocamos discussões inúteis e os enervamos com nossa insistência para que tudo siga como sempre foi.
     Essa nossa intolerância só pode ser medo. Medo de perdê-los, e medo de perdermos a nós mesmos, medo de também deixarmos de ser lúcidos e joviais. Com todas as nossas irritações, só provocamos mais tristeza àqueles que um dia só procuraram nos dar alegrias.
     Por que não conseguimos ser um pouco do que eles foram para nós?
     Quantas noites estes heróis e heroínas passaram ao lado de nossa cama, medicando, cuidando e medindo febre? E nós ficamos irritados quando eles se esquecem de tomar seus remédios e, ao brigar com eles, os deixamos chorando, tal qual crianças que fomos um dia.
     É uma enrascada essa tal de passagem do tempo. Nos ensinam a tirar proveito de cada etapa da vida, mas é difícil aceitar as etapas dos outros...
     Ainda mais quando os outros são nossos alicerces, aqueles para quem sempre podíamos voltar e sabíamos que estariam com seus braços abertos, que agora estão dando sinais de que um dia irão partir sem nós.
   Façamos por eles hoje o melhor, o máximo que pudermos, para que amanhã, quando eles já não estiverem mais aqui conosco, possamos lembrar com carinho de seus sorrisos de alegria e não das lágrimas de tristeza que tenham derramado por nossa causa. Afinal, nossos heróis de ontem serão nossos heróis eternamente: nosso pai e nossa mãe.


Autor desconhecido.

Fonte: http://www.mensagemespirita.com.br/md/ad/os-nossos-herois

- Dia do Músico Militar na APMMG/2014

Por Amilton Passos

$SC06789a

Belo Horizonte-MG - A Academia de Polícia Militar de Minas Gerais, situada na capital mineira, Belo Horizonte, foi palco no último dia 21 de novembro, de significativa atividade alusiva ao dia do Músico Militar.

A convite do Cel PM Hebert Fernandes Souto Silva (Comandante da Academia de Policia Militar MG) e do Cel PM Fabiano Villas Boas (Comandante da Diretoria de Comunicação Organizacional), participei das atividades desenvolvidas.

Após a solenidade com a presença das autoridades e músicos das diversas organizações civis e miliares, inicio-se as atividades do Workshop/2014, com o objetivo de proporcionar aprimoramento técnico aos músicos militares. As oficinas foram ministradas por renomados professores na área musical em Minas Gerais e no exterior.

Parabenizo os organizadores, em especial o 1º Ten Mus Marco Aurélio Araújo Lacerda, que não mediu esforços para o sucesso do evento. Parabenizo ainda a todos os músicos militares do nosso Brasil, por tão importante data e importante missão. Sucesso e aplausos para todos.

Transcrevo a mensagem proferida pelo Cel PM Fabiano Villas Boas, Comandante da Diretoria de Comunicação Organizacional:

“A Bíblia, Cap 6 do livro de Josué descreve a batalha que este empenha em Jericó contra Cananeus. Ao som das trompas construídas com chifres de carneiros, o Shofar, as muralhas de Jericó, com mais de 7 metros de altura cedem, ao som destas trompas, e Josué conduz seus homens à vitória.

Os gregos acreditavam que cada modo da escala musical imitava um afeto humano, e, portanto, tinha também a capacidade de provocá-lo. A isso davam o nome de ETHOS. Quando se queria provocar a paixão, se escolhia um tipo de modo, a piedade outro e consequentemente, para a guerra outro modo.

Em Roma, a música militar era mais organizada. Três instrumentos de sopro faziam parte dos músicos da tropa, classificados de TROMBA. A eles se uniam os tambores. Havia um dia festivo para estes músicos, os AENEATORES, chamado Tubilustrium. Era o dia 23 de maio.

As notas musicais tinham funções diversas, mas uma das mais importantes e indispensáveis à época, era a transmissão de ordens dos comandantes das tropas no campo de batalha. Aonde a voz não chegava o som em notas musicais penetrantes e de grande volume não deixavam dúvidas aos combatentes sobre o que fazer no pandemônio da Batalha.

A história sobre os músicos militares é interessante, minuciosa e cativante, mas, em fim, Napoleão Bonaparte foi quem deu status diferenciado aos músicos da tropa. Para ele, as másculas harmoniosas inspiravam audácia e coragem aos soldados (Ai se engloba todos, do Comandante ao mais subalterno). Na Mogúncia, em 1813, Napoleão escreveu a seu ministro da guerra “Passei em revista a vários regimentos que não tinham banda. Isto é intolerável! Apresse-se em enviá-las.”

E assim as bandas militares foram se constituindo no mundo inteiro e sempre servindo de referência musical na sociedade a qual ela servia por meio de suas instituições.

Napoleão tinha razão. Difícil é encontrar um militar, seja de qual força for, que ama o que faz, bem como à instituição a que pertence, que algum dia não tenha se emocionado ao sentir o efeito da batida do bumbo em seu estômago. Confesso neste momento, após 26 anos e nove meses de efetivo serviço, o passar da banda de música em um desfile de tropa ainda me faz arrepiar e ter que engolir as lágrimas emocionadas pelo orgulho de pertencer à PMMG. Não tenho dúvida que este sentimento me acompanhará pelo resto de minha vida, pois assim o foi com meu saudoso avô e assim o é com meu pai.

E é justamente pela emoção que sentimos decorrente das várias atuações dos músicos militares durantes as diversas fazes de nossas carreiras, é que nos enchemos de coragem e de audácia para partimos todos os dias para esta guerra urbana que assola o Brasil, na busca constante e incansável pela paz social.

Os músicos militares são extremamente importantes, pois asseguram a cultura militar, fortalece o moral de tropa, e estimula a cultura musical, no meio militar e civil.

Quando necessário são mais que músicos. Nos dias atuais, se incorporam à tropa, não para tocar as ordens dos comandantes, mas para combaterem a criminalidade por meio da prevenção e repressão criminal.

E quando não, lá estão abrilhantando eventos públicos e sociais, demonstrando que a PMMG e outras instituições tem seu lado cultural e social.

Hoje temos a grata e honrosa satisfação de termos sob a subordinação da Diretoria de Comunicação Organizacional, o Centro de Atividades Musicais. Tenham a absoluta certeza de que temos a plena consciência da importância e do desempenho dos senhores e senhoras. Estaremos trabalhando sempre juntos.

Enfatizo aqui a parceria fundamental com a Academia de Polícia Militar na administração do Centro de Atividades Musicais por meio de uma sintonia fina e harmoniosa. Na oportunidade, agradeço ao Sr Cel Hebert, Comandante deste Educandário, pelo apoio constante à DCO.

Parabenizo a todos os organizadores das comemorações do dia do músico, diretos e indiretos, assim como os participantes das atividades programadas pelo sucesso e alto nível do evento.

Muito obrigado e um bom Dia!”

Assina: Cel PM Fabiano Villas Boas

Recover

- Dia do Músico 2014

gapdiadomusico2014

- Natal solidário - Um simples gesto, um grande bem.

natalceirosa

- As Chuvas dos Olhos - Reflexão Espírita

Na fonte das águas, chove.
Na fronte das lágrimas do pretérito calado.
Lavando a chuva dos olhos cansados.
Chovendo nos mares, nos mares amados.
Há quanto tempo você não chora?
Há quanto tempo seus olhos não são inundados por lágrimas, por essas pequenas gotas que parecem nascer em nosso coração? Há quanto tempo?
Assim como o fenômeno natural da precipitação atmosférica, a chuva, realiza o trabalho de purificar a terra, a água e o ar, também nossas lágrimas têm tal função.
A de limpar nosso íntimo, a de externar nossas emoções, sejam elas de alegria ou de pesar. Precisamos aprender a expressar nossos sentimentos.
Nossa cultura possui conceitos arraigados, como o de que homem não chora, ou que é feio chorar, que surgem em nossas vidas desde quando crianças, na educação familiar, e acabam por internalizarem-se em nossa alma, continuando a apresentar manifestações na vida adulta.
Sejamos homens ou mulheres na Terra, saibamos que todos rumamos para a busca da sensibilidade, do auto descobrimento e da expressão de nossos sentimentos.
Tudo que deixarmos guardado virá à tona, cedo ou tarde.
Se forem bons os sentimentos contidos, estaremos perdendo uma oportunidade valiosa de trazê-los ao mundo, melhorando nossas relações com o próximo e conosco mesmo. Se forem sentimentos desequilibrados, estaremos perdendo a chance de encará-los, de analisá-los e de tomar providências para que possam ser erradicados de nosso interior.
As barreiras que nos impedem de nos emocionarmos, de chorar são, muitas vezes, as mesmas que nos fazem pessoas fechadas e retraídas. Barreiras que carecemos romper para que nossos dias possam ser mais leves, mais limpos, como a atmosfera que recebe a água da chuva e nela encontra sua purificação.
As chuvas dos olhos fazem um bem muito grande.
Desabafar, colocar para fora o que angustia nosso íntimo ou o que lhe dá alegria é um exercício precioso. Um hábito salutar.
Dizer a alguém o quanto o amamos, quando esse sentimento surgir em nosso coração (mesmo sem um motivo especial), será sempre uma forma de fortalecimento de laços de construção de uma união Lembre-se, Deus nos concedeu a chuva para regar os campos, para tornar mais puro o ar. Também nos presenteou com as lágrimas para que as nossas paisagens íntimas pudessem ser regadas e para que os ares do Espírito encontrassem a pureza.

Autor desconhecido
Fonte: Redação do Momento Espírita.
http://www.mensagemespirita.com.br
Imagem: Internet



- Palestra: Guerra da Lagosta (Cmt Gondar)

          A Guerra da Lagosta, foi um conflito entre os governos do Brasil e da França, durante os anos de 1961 e 1963. O episódio faz parte da História das Relações Internacionais do Brasil, girando em torno da captura ilegal de lagostas, por parte de embarcações de pesca francesas, em águas territoriais no litoral do nordeste brasileiro.

          O Exmo Sr. General Márcio Tadeu Bettega Bergo, Chefe do Centro de Estudos e Pesquisas de História Militar do Exército (CEPHiMEx), convida para prestigiarem a palestra do Sr. Comandante Francisco Gondar,  denominada “Guerra da Lagosta”.

Data: 13 Nov 2014 – 14:00h

Local: Espaço Cultural laguna

Rua Gen Canabarro, 731, Maracanã – Rio de Janeiro

8 - Guerra da Lagosta

- Tenhamos largura nos sorrisos e tempo para amar...

unnamed          "Tenhamos largura nos sorrisos e tempo para amar.

          Tenhamos paciência para as coisas demoradas e demora para deleitar as coisas amadas.

          Tenhamos recomeços que nos tragam novo fôlego e muito pôr do sol para acalmar nossa pressa.

          Que possamos ganhar tempo com o que nos interessa ao invés de gastá-lo com o que não nos importa.

          Que saibamos distinguir o essencial do descartável, do supérfluo.

          Que a gente perca toda timidez de amar e declarar sempre que preciso (e mesmo quando não houver precisão).

         Que aprendamos a agir com consciência, mas nunca deixemos de andar nos rumos do nosso coração."

        Autor: Erick Tozzo

Fonte: http://www.mensagemespirita.com.br

- Lançamento do livro de Beatriz Dutra - “Suavidade”

     Rio de Janeiro – Esta marcado para o dia 07 de novembro o lançamento do novo livro de poesias de Beatriz Dutra, intitulado “Suavidade” que acontecerá na FALARJ às 16h.

    A escritora, Beatriz Rosa Dutra é carioca, advogada, Profª Universitária aposentada (Mestrado e Doutorado em Direito Privado na UFRJ) e Auditora – Fiscal da Receita Federal do Brasil (aposentada), além de Escritora, Poeta e Conferencista. Atualmente ocupa a Presidência da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa. Membro Honorário e Correspondente de várias entidades como Academias, Associações e Institutos.

suavidade

- Convite para o aniversário de 4 anos do CEPHiMEx

     Rio de Janeiro – O Centro de Estudos e Pesquisas de História Militar do Exército (CEPHiMEx) visa desenvolver estudos e pesquisas no campo da História Militar de interesse do Exército Brasileiro.

     Criado em 30 de novembro de 2010 funciona nas instalações do Espaço Cultural Laguna (Palacete Laguna), antiga residência do Ministro do Exército.

     O Exmo. Sr. General Márcio Tadeu Bettega Bergo, Chefe do CEPHiMEx, convida à todos para participarem das comemoração alusivas ao 4º ano de criação.

 

     Data: 25 Nov 2014 – 10:00h

     Local: Espaço Cultural laguna – Rua Gen Canabarro, 731, Maracanã – Rio de Janeiro.

anivcephimex2014

Fonte: Cel Claudio – CEPHiMEx - Seção de Divulgação – (21) 2565-8390

- Palestra: Os 300 de Esparta

Rio de Janeiro - Como parte do Ciclo de Palestra "De Olhos e Ouvidos na História" do Centro de Estudos e Pesquisas de História Militar do Exército (CEPHiMEx), o Coronel de Infantaria Carlos Alberto Naccer, apresenta sua palestra com o titulo: Os 300 de Esparta.
Data: 23 de Outubro de 2014 às 14h
Loca: Espaço Cultural Laguna (CEPHiMEx) localizado na rua General Canabarro, 731 Maracanã.
Vale apena conferir.


- Amar é...


Amar é olhar para dentro de si mesmo, e dizer:
Eu quero
É viver intensamente
É sonhar com uma gota de realidade
e realizar uma gota desse sonho
É estar presente até na ausência.

Amar é ter em quem pensar
É razão que ninguém teria razão para nos tirar
É ser só de alguém e nunca deixar esse alguém só
É pensar em você tão alto a ponto de você escutar
Amar é ir até a morte
É acordar para a realidade do sonho
É vencer através do silêncio
É ser feliz até com um pouco quando muito não é bastante.

Amar é dar anistia ao seu coração
É sonhar o sonho de quem sonha com você
É sentir saudades
É chegar perto na distância.

Amar é a força da razão
É quando os momentos são eternos.

Amar é ser adulto e se sentir criança
É viver a vida em versos e ao inverso
É a maior experiência na vida de um homem...

Mas acima de tudo,
Amar é crer em Deus porque Deus é amor.
E você é tudo que um dia eu pedi pra mim.

Autor desconhecido
Fonte: http://www.mensagemespirita.com.br/md/ad/amar-e


- Viver não dói - Carlos Drummond de Andrade

       Definitivo, como tudo o que é simples.
     Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
     Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.
     Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.
     Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.
     Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
     Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
     Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
     Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!!!
     A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.
     A dor é inevitável.
     O sofrimento é opcional.
                                                                                        Carlos Drummond de Andrade

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Mensagem Espírita <contato@mensagemespirita.com.br>
Data: 3 de outubro de 2014 07:36
Assunto: Viver Não Dói - Carlos Drummond de Andrade

- Coletânea ELOS LITERÁRIOS II

     Caro artista da literatura.

     A Coletânea ELOS LITERÁRIOS alcançou participações além do previsto.

     Motivados por este sucesso e atendendo às solicitações dos escritores, tanto os que dela participaram, quanto os que só tomaram conhecimento a posteriori,estamos lançando, com muita alegria, sob a coordenação da Promotora Cultural Pérola Bensabath, a Coletânea ELOS LITERÁRIOS II.

     Estamos iniciando a recepção dos textos, que deverão ser enviados para o e-mail miltonjpantaleao@gmail.com ou, os que assim preferirem, poderão envia-los para o seguinte endereço: Milton J Pantaleão, Rua Passo da Pátria 540 / 502 Porto Alegre – RS - CEP 90.460-060.

     Os textos, poesias, contos e crônicas, são de tema livre e não há necessidade de serem inéditos.

     O preço por página ocupada é de R$75,00 (formato 16x23) com direito a dois exemplares por página. O valor poderá ser depositado até o dia 20 de dezembro de 2014, no Banco Bradesco, agência 821-4, conta corrente 1509-1, Milton J Pantaleão, CPF 002.273.404-00. Exemplares extras serão vendidos a R$15,00, desde que previamente

encomendados.

     Ficaremos gratificados com sua participação e confiança no nosso trabalho cultural e, outra vez, marcaremos em prosa e verso o nosso escrever no contexto literário.

     Cordialmente,

     ELOS LITERÁRIOS

     Pérola Bensabath - Coordenadora

     Milton J Pantaleão - Editora Alternativa

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Pérola Bensabath <perolabensabath@hotmail.com>
Data: 3 de outubro de 2014 09:07
Assunto: Coletânea ELOS LITERÁRIOS II

- Sempre com Deus.


Lembra-te de Deus para que saibas agradecer os talentos da vida.
Se te encontras cansado, pensa Nele, o Eterno Pai que jamais descansa. Como nos ensinou o próprio Jesus, o Pai trabalha constantemente.
Se te encontras triste, eleva a Deus os teus sentimentos, meditando na alegria solar com que, todas as manhãs, a Infinita Bondade do Pai dissolve as trevas, anunciando um dia novo de oportunidades.
Se estás doente pensa em como Deus, na Sua compaixão e equilíbrio, reajusta os quadros da natureza. Pensa em como, após a tempestade, que arranca árvores centenárias e destrói montanhas, tudo se asserena.
Se te sentes incompreendido, ainda assim volta-te para Deus. Ele, o Eterno Doador de todas as bênçãos, quantas vezes é incompreendido pelas criaturas que criou e sustenta. Mesmo assim, a Sua paciência inesgotável não desanima, aguardando que nos decidamos por abandonar nossas imperfeições.
Se te sentes humilhado, entrega a Deus as dores da tua sensibilidade ferida ou do orgulho menosprezado, refletindo no anonimato com que Ele esconde a Sua imensa grandeza, servindo-nos todos os dias.
Se te sentes sozinho, busca a companhia sublime de Deus na pessoa daqueles que seguem na retaguarda, cambaleantes de sofrimento.
Os mais solitários que tu mesmo, que se encontram em provações mais difíceis que as tuas. Procura aqueles que a miséria encara todas as horas e necessitam da tua ajuda para matar a fome, a sede, acalmar a dor.
Sai de ti mesmo e procura-os. Eles se encontram nas favelas, nas praças, nos hospitais, nos asilos, nas prisões. Talvez, ao teu lado, nos familiares que te esperam um gesto de carinho, uma palavra amiga, um pouco de atenção.
Se estás aflito, confia a Deus as tuas ansiedades. Fala-Lhe de tudo aquilo que te vai na intimidade e Nele, que é o Amor, todas as tuas tormentas haverão de se acalmar.
Enfim, seja qual for a dificuldade, recorda o Todo Misericordioso que não nos esquece.
Na oração haverás de encontrar a força a fim de te ergueres e superares os problemas, pequenos ou grandes que te estejam a supliciar.
Na oração, que é rota de luz, não haverá de te faltar o ânimo para enfrentar mais este dia, com coragem, bom ânimo e alegria, porque, afinal de contas, dia como este nunca houve e nem haverá igual.

Na vida, auxilia quanto puderes. 
Faze o bem sem olhar a quem.
Imagina que és o lavrador e o teu próximo é o campo.
Tu plantas e o outro produz. Tu és o celeiro, o outro é o cliente.
Se desejas seguir para Deus, pensa que entre Deus e tu mesmo, o próximo é a ponte.
O Criador atende às criaturas através das criaturas.
Por isso mesmo, é preciso viver e servir.

Fonte: Redação do Momento Espírita 
http://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-audio/83/sempre-com-deus

- O Milagre do Amor


Percebendo as árduas lutas por que passam seus irmãos na face da Terra, um Espírito Benfeitor ditou uma mensagem que intitulou O milagre do amor, e diz mais ou menos assim:
Quando a dúvida lhe chegue, maliciosa, indague ao amor qual a conduta a seguir.
Quando a saudade avizinhar-se, tentando macerar-lhe o coração, refugie-se no amor e deixe que as recordações felizes iluminem a noite em que você se encontra.
Quando a aflição aturdir-lhe o íntimo, chame o amor, para que a calma e a confiança predominem nas suas decisões.
Quando a suspeita buscar aninhar-se em seu coração, dirija o pensamento ao amor e a paz dominará as paisagens dos seus sentimentos.
Quando a cólera acercar-se da sua emotividade, recorde-se do amor e suave balada de entendimento se lhe fará ouvida na acústica da alma.
Quando o abandono ameaçar estraçalhar-lhe os sonhos, ferindo-lhe a alma, busque o amor, que lhe dará fortaleza para prosseguir, embora a sós.
Em qualquer situação, dirija-se ao amor.
Só o amor possui o correto entendimento de todas as coisas e fala, em silêncio, a linguagem de todos os idiomas.
O brilho de um olhar...
Um sorriso de esperança...
Um gesto quase imperceptível...
Um movimento rítmico, um aceno...
A presença do ausente...
Um toque...
A música de uma palavra só o amor logra transformar em bênção.
Feito de pequenos nadas, o amor é a força eterna que embala o príncipe no leito dourado e o órfão na palha úmida.
O amor é o único mecanismo que conduz o fraco às tarefas gigantescas...
Que impulsiona o progresso real; que dá dignidade à vida; que impele ao trabalho de reverdecer o pantanal e o deserto...
Que concede alento, quando a morte parece dominar soberana...
O amor é vida, sem o qual esta perderia o sentido e a significação.
Quando se ama, a noite coroa-se de astros e o dia se veste de sorrisos.
O amor colore a palidez do sofrimento e o erradica.
Sem este milagre, que é o amor, não valeria a pena viver.
Em tudo está a presença do amor que provém de Deus e é Deus.
Descubra o amor, e ame.
Ame e felicite-se, colocando na estrada do amor sinais de luz, a fim de que nunca mais haja sombra por onde o amor tenha transitado a derramar claridade.
Por tais razões, Jesus Cristo reuniu toda a Lei e todos os Profetas num só mandamento, cuja estrutura comportamental e finalidade última é o amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.
O amor é de essência divina, e todos nós, do primeiro ao último, temos, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado.
Portanto, não tenhamos medo de amar.

Fonte: Redação do Momento Espírita 
http://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-audio/77/o-milagre-do-amor

- 18º MERCOCYCLE- Encontro dos Motociclistas do Mercosul

Desde 1997 os Gaudérios do Asfalto promovem, de forma anual e consecutiva, este grande evento, que eleva o nome de Santa Maria e região. A 18ª edição do MERCOCYCLE, que conta com o incentivo da LIC Municipal,  seguramente atrairá novamente milhares de motociclistas, das mais variadas regiões da América do Sul, a nossa cidade, que se tornou conhecida como o “paraíso da motocicleta”
O MERCOCYCLE se tornou um evento tradicional no segmento moto aventura e muito aguardado pelos santamarienses que ficam na expectativa, pois sabem que por trás do ronco dos motores existe uma forma inteligente de promover a nossa cidade, com a atração de pessoas bem resolvidas. São 
pessoas que utilizam as suas motocicletas para dar uma dimensão diferente as suas vidas.
Para dar continuidade a história do motociclismo em nossa cidade, desenvolvemos parcerias, com a CACISM / FEISMA, através de compartilhamento dos recursos necessários para dotar o CDM de condições para sediar estes dois grandes eventos. O MERCOCYCLE contará com três pavilhões especialmente preparados para o evento. Prepararemos um estacionamento para motocicletas, praça de alimentação e um grande palco de shows. Teremos ainda, uma grande exposição, que contará com estandes de comercialização de todos os tipos de acessórios, para aqueles que desejam desenvolver um visual diferente. As principais revendas estarão expondo as “novidades das feras”, para que o público possa apreciar os avanços tecnológicos nesta área. Além disso, contaremos com estandes para a Brigada Militar do RS e Policia Rodoviária Federal, que certamente abrilhantarão o evento com suas presenças.
A programação está sendo cuidadosamente preparada, para atender a todos e já temos centenas de inscrições de motociclistas de grande parte do país. No sábado haverá um grande passeio pela cidade e no domingo nos faremos presentes na ETAPA nacional de MOTO CROSS que estará sendo realizada no PAMPAS HOTEL (antiga cidade dos Meninos) em CAMOBI.

Fonte:
Associação Motociclística Gaudérios do Asfalto
Rua Visconde de Mauá, 179 Bairro Medianeira 97070-440 Santa Maria RS
www.gauderiosdoasfalto.com.br e-mail: amga@gauderiosdoasfalto.com.br
 Fone 55 3223 9818

- Banda Sinfônica do Exército em homenagem ao Dia do Soldado 2014.

Fundada há 12 anos, a Banda Sinfônica do Exército conta com 82 integrantes e já se apresentou em Porto Alegre, Curitiba, Cuiabá e Fortaleza, além da capital paulista, onde fica sua sede. Vencedor do Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), na categoria Melhor Projeto de Música Erudita, em 2008, este grupo orquestral tem conquistado plateias em diversas capitais brasileiras com seu repertório que mescla música de concerto, clássicos da MPB e consagrados temas compostos para o cinema.

Regente Benito Juarez

2013 08 25 031a

PROGRAMA:

Georges Bizet – Marcha do Toreador

Leroy Anderson – Bela do Baile

Camille Saint-Saëns – O Cisne

Zequinha de Abreu – Tico-Tico No Fubá 

Waldir Azevedo – Brasileirinho

James Horner – A Mascara do Zorro

 

Domingo – 24 Ago 2014

hora: 11:00hs

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Praça Marechal Floriano S/N - Centro,

Tel: 2332-9191 / 2332-9134

Fonte: http://www.theatromunicipal.rj.gov.br/agosto.html#

 

- Feliz dia do Motociclista - 2014


Para aqueles que mais do que gostar, amam motocicletas, neste dia do motociclista, fica o convite para que estimulemos e orientemos o uso correto desta paixão.

Recebam o meu abraço com votos de boa estrada para todos.

Amilton Passos (Iron Butt Member nº 11.309)

- 60 anos da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa

     Há 60 anos, no dia 4 de julho de 1954 nascia do ideal de oito amigos a Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa. Foram seus fundadores João Gehr, Jorge Klüpel, Oscar Tokus, Francisco Rizental, Jacob schmikler Junior, Mauro Fausto Gil, Efigênio Brandão e Frederico de Geus, todos instrumentistas amadores unidos pelo mesmo ideal: o amor pela boa música.Ao grupo musical que se reunia nos salões do Clube Princesa dos Campos, uniu-se o Maestro Paulino Martins Alves, músico experiente que havia sido regente durante 13 anos da Banda de Música do 13º Regimento de Infantaria, que conduziu a orquestra por quase 20 anos. Em 1958 a orquestra chegou a realizar o plantio de arroz em terras do saudoso Professor Alfredo Bertoldo Klas, violinista da OSPG e presidente da instituição por vários anos, com objetivo de arrecadar fundos para a manutenção da orquestra.Muitos foram os músicos que passaram pelos seus quadros ao longo de seis décadas com a mesma dedicação e empenho visando elevar o nome de Ponta Grossa no cenário artístico cultural através da linguagem da música. Parabéns a todos os músicos e amigos que construíram a história da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa!

o spg
     A foto é da década de 1950 com a Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa sendo seu Maestro o Tenente Músico Paulino Martins Alves, que foi também regente da Banda de Música do 13º Regimento de Infantaria, atual 13º BIB e Regente da Banda Escola Lyra dos Campos também de Ponta Grossa. Foi meu primeiro professor de música.
     Grande abraço, Fábio Maurício Holzmann Maia.

- Feliz dia dos namorados

O Dia dos Namorados ou em alguns países conhecido como Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais, namorados em em alguns lugares até com amigos. Sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de bombons. Aqui no Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António, também conhecido pela fama de "Santo Casamenteiro". 

namorados 004

Fontes: Texto: Wikipédia  -  Imagem: internet

- Prudência

2014 06 01 033a[29]

     Aquietemo-nos! Relembram os Instrutores Espirituais.
     A transição recomenda prudência.
     A Pátria do Cruzeiro, com a responsabilidade de representar a fraternidade na Terra, está diante dos olhos do Mundo que aproveitando a ocasião dos jogos redescobre o Brasil.
     Colocamo-nos, nesse momento, à disposição dos benfeitores, para pedir as bênçãos para nossa gente, para nossa terra, para nosso torrão Natal. E percebemos o cuidado dos Espíritos Nobres que representam os Pais da Pátria, para zelar pelo equilíbrio, pela prudência e pela ordem.
     Os benfeitores nos recomendam prudência. Aquietarmos antes de acelerarmos; paciência,  antes que a preocupação maior; oração, antes que o receio.
     Os nossos Amigos Maiores pedem que nos habituemos nesses dias: amanhecer orando pela Pátria; durante o dia, mentalizar a paz na Pátria; ao adormecer, orar pelo equilibro da Pátria, porque o mundo espiritual nobre, certamente, cuidando de nós, cria as condições de defesa para que os acontecimentos ocorram com equilíbrio, para que a ordem não se deixe vencer pela desordem, para que a prudência nos conduza com equilíbrio à condução do processo das mudanças necessárias.
     Os irmãos infelizes, acostumados à balburdia, à desordem no mundo espiritual inferior, querem aproveitar, também, no seu trabalho organizado, chamar atenção do mundo, para desmoralizar o grande Programa de Jesus para o Brasil.
     Por isso, em nome deles, nós queremos pedir aos nossos companheiros o hábito da oração em favor da paz.
     Teremos, certamente, preocupações graves que devem esperar de nós e receber das nossas orações o testemunho do equilíbrio, para que as forças do mal não encontrem espaço também em nós.
     Os espíritas conhecedores desses acontecimentos, da ação dessas criaturas infelizes, nossos irmãos, devemos estar conscientes de que representamos elos da grande corrente da Bondade que protege o grande programa que o Cristo de Deus colocou nas mãos do povo Brasileiro.
     Estejamos, pois, meus irmãos, atentos, não sejamos aqueles que multipliquem as más
informações e notícias, mas asserenados, aquietados, nos liguemos aos benfeitores, nesse momento importante, para que possamos transmitir para o Mundo inteiro a nossa gente tão boa, a expectativa de um ambiente de paz e de um povo ordeiro e generoso, e sobretudo Cristão.
     Orando juntos, estaremos ligando as forças vivas da bondade, que emana do coração do nosso mestre, o Cristo de Deus, estaremos oferecendo aos nossos dirigentes encarnados, aqueles homens e mulheres que têm a incumbência de zelar pelo equilíbrio e pela orientação política, econômica, social do Brasil, para que os acontecimentos, que possam ocorrer, não perturbem a generalidade da Nação, e para que o programa do Cristo se faça maior do que os transtornos, e para que, de um modo geral, todos nós contribuamos para a paz.
     Mantenhamo-nos aquietados, confiantes, vigilantes e orando, entregando-nos às mãos
santíssimas de Jesus de Nazaré.
     O Anjo Ismael, aqui, na Federação Espírita Brasileira, organizou programa de trabalho
intenso, com os espíritos que representam os dirigentes espirituais do Brasil, para estabelecer nos pontos estratégicos, em Brasília, nas demais cidades importantes do País, as defesas geradas, necessárias para a vigilância e para que a ordem não se perturbe.
     Não tenhamos receios, confiemos atentos.
     Os momentos políticos que vive o planeta não têm como não refletir no Brasil, e
representando o foco do Mundo nesses dias é importante que estejamos aqui na nossa Casa, oferecendo o melhor ambiente vibratório de beleza espiritual, para que o Anjo Ismael possa cumprir, com o apoio dos Espíritos Nobres, o programa de Jesus.
    Os momentos recomendam prudência, como dizíamos, e cuidado.
    Oremos meus irmãos e mantenhamo-nos em paz.
    Que Jesus abençoe a Pátria que amamos, que o Cristo de Deus ilumine as consciências das nossas autoridades, que os ambientes dos jogos sejam protegidos pelas forças da luz, e que a nossa certeza na condução dessas energias nobres faça de nós também instrumento da paz.
     Que o Cristo de Deus nos abençoe, abençoe a Federação Espírita Brasileira, abençoe o nosso País, e nos inclua no grande programa dos trabalhadores do Bem.
Abraço-vos, fraternalmente, José do Patrocínio.
 
(Degravação de psicofonia pelo médium João Pinto Rabelo, na reunião do Grupo de Assistência e Apoio aos Povos da África, na sede da FEB, no dia 10 de maio de 2014).

Fonte:

http://www.febnet.org.br/wp-content/uploads/2014/05/Degrava%C3%A7ao-mensagem-Jose-do-Patrocinio-GRAAPA.pdf

- Programação da FALARJ para junho 2014.

FEDERAÇÃO DAS ACADEMIAS DE LETRAS E ARTES DO RIO DE JANEIRO (FALARJ)

 

Não deixem de prestigiar as reuniões.

Sua presença será a maior retribuição ao nosso trabalho acadêmico.

Dia 02, 2ª feira= NACIONAL: Tarde de confraternização: "A Prata da Casa", com a participação de acadêmicos e convidados. A Acadêmica Daura Ramos apresentará a Pintora Regina Mattos.

Dia 03, 3ª feira= TROVA: Palestra da Profa. Helena Ribeiro sobre “A trova e os mestres da versificação”.

Dia 04, 4ª feira= CEARENSE: Palestra sobre “Américo, o Múltiplo”, em comemoração ao centenário de Américo Barreira. Homenagem aos acadêmicos aniversariantes do mês, José Otacílio B. Filho, Estefânia de A. S. Rodrigues e Rai Simões Rosa.

Dia 05, 5ª feira= ACADEMIA NACIONAL DE MÚSICA: Palestra sobre “Música de Câmera: Música de conjunto ou Música em conjunto?”, Palestrante: Prof. Ivan Sérgio Nirenberg.

Dia 06, 6ª feira= CIDADE MARAVILHOSA: Solenidade de Posse dos escritores Prof. Janne Soares Duarte e o Subtente Mestre de Música do Exército Brasileiro Amilton Mendes dos Passos, nas categorias de Membros Correspondente e Honorário. A seguir, no "Projeto de Arqueologia Cultural do Rio de Janeiro" haverá a palestra do Historiador e Mestre em Geografia Humanística Ivo Veneotti sobre "O campo de Santana e sua dimensão simbólica na paisagem carioca".

Dia 09, 2ª feira= *ALAP (16h): Palestra do escritor Marcos E. Neves sobre “Futebol no Rio, um século de paixão”.

* APPERJ (18h30min): Evento Poético "Te Encontro na APPERJ", "NA PONTA DA LÍNGUA" e poemas de apperjianos e projeto TEM POESIA NO MEIO DO CAMINHO, NO MEIO DO CAMINHO TEM POESIA (19º ano de execução - levar livros para serem colocados em lugares estratégicos), na Cinelândia, Rio/RJ.

Dia 10, 3ª feira= INTERNACIONAL: Arte em todas as dimensões.

Dia 11, 4ª feira= CEBLA: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 12, 5ª feira= ABRAMMIL: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 13, 6ª feira= APALA: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 16, 2ª feira= InBrasCI / AMPLA: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 17, 3ª feira= LUSO-BRASILEIRA – Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 18, 4ª feira= CORDEL: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 19, 5ª feira= FERIADO CORPUS CHRISTI

Dia 20, 6ª feira= GUANABARINA / CULTURA LATINA: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 23, 2ª feira=. AJEB: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 24, 3ª feira= LITERATURA – Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 25, 4ª feira= ADABL: Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 26, 5ª feira= *ABRACE (16h): Copa do mundo – Não haverá reunião.

* SINDICATO DOS ESCRITORES (18h30min): Copa do mundo – Não haverá reunião.

Dia 27, 6ª feira= *ABBA (Belas Artes) (16h): Copa do mundo – Não haverá reunião.

*ABTL (Teológica) (18h30min): Copa do mundo – Não haverá reunião.

 

FEDERAÇÃO DAS ACADEMIAS DE LETRAS E ARTES DO RIO DE JANEIRO (FALARJ)

Rua Teixeira de Freitas, nº. 05/ 3º andar/ sala 303 - Passeio Público

CEP: 20021-350 - Rio de Janeiro - Brasil Telefone: (21) 2252-7705

E-mail: federacao.falarj@hotmail.com - Fundada em 15/ 08/ 2003.

Acad. Maria Amélia Amaral Palladino (Presidente)

- Calcule o valor da sua corrida de taxi

Encontrei este site que calcula o valor da sua corrida de taxi em varias cidades brasileiras. Realizei alguns testes e os preços foram praticamente exatos. Além dos valores, também é possível encontrar o ponto de táxi mais perto de você e solicitar online uma corrida. tqxi                           Vale apena conferir no link: www.tarifadetaxi.com

- Recitais Casa da Música de maio apresenta o pianista Miguel Lecueder

Porto alegre/RS - O pianista Miguel Lecueder é a atração dos Recitais Casa da Música no domingo, 25 de maio, 19h.

O musicista uruguaio apresentará na Casa da Música um repertório de requinte e seus contrastes nas composições para piano dos espanhóis Padre Antonio Soler e Isaac Albéniz, do alemão Robert Schumann, e Heitor Villa-Lobos.

Como intérprete solista Lecueder tem atuado para orquestras como “Sinfónica de Sidney”, “Sinfónica de Tokio” e “Orquesta de Cuerda de Viena”. No seu currículo, também se destacam prêmios em concursos no mundo todo, como Uruguai, Brasil Espanha e EUA.

Preparado para uma hora de duração, o concerto terá valor espontâneo.

O auditório da Casa da Música possui 55 lugares e fica na rua Gonçalo de Carvalho, 22 em Porto Alegre-RS.

cartaz_mai

Fonte: http://www.casadamusicapoa.com.br/