Foto da capa

Foto da capa

- Vou de novo para a estrada.

Vou de novo para a estrada
Preciso acalmar minha ânsia
Interagir com a paisagem
Não importa a distância
Andar sobre duas rodas
Que o sonho ainda é criança

Outra vez vou pilotar
Sentir a moto em mim
É preciso dominá-la
Por certo vai ser assim
Pois se não for do meu jeito
A viagem não chega ao fim

Vou para outro encontro
Saciar uma vontade
Abraçar velhos amigos
Matar a minha saudade
Conhecer novos parceiros
Fazer novas amizades

Quem vai pelo mar, navega
Quem vai pelo ar, flutua
Quem pega o asfalto, desliza
A paisagem é toda sua
Leva o Sol por companheiro
E parceria com a Lua

O vento bate na cara
Me sinto bem à vontade
Vou curtindo a viagem
Esqueço até minha idade
Respirando vida pura, liberdade, liberdade

Vou de novo para a estrada
O horizonte fica ao léu
Talvez consigo alcançá-lo
Se um dia chegar no céu.
cleberto
Compartilho com meus amigos estes humildes versos, principalmente para quem curte  motocicleta. Respeito todas as opiniões, mas os que não gostam não sabem o que estão perdendo.
Um abraço,
Cleberto (Gaudérios do Asfalto).
Santa Maria-RS, 30-06-2012

7 comentários:

  1. Parabéns, Lindo me caiu como uma luva, já compartilhei com alguns amigos...e ainda me atrevi a acrescentar respeitosamente uma linha...

    " E enquanto não vou para estrada minha alma não se aquieta, acho que vim para este mundo sob o banco de uma motocicleta."

    Willian Neves - Rio Grande RS.

    ResponderExcluir
  2. Poeta e declamador. É fera o home.....abraços

    ResponderExcluir
  3. Olha, Amilton cada motociclista é um pouco poeta, mas você ultrapassou os limites! Achei muito lindo!! Parabéns! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Poxa, Achei que eram os versos do Amilton... Parabéns Cleberto....

    ResponderExcluir
  5. "Olha, Cleberto, cada motociclista é um pouco poeta, mas você ultrapassou os limites! Achei muito lindo!! Parabéns! Grande abraço!"

    Angela Amaral

    ResponderExcluir
  6. Lindo os versos, meu amigo. Saudades de nossos passeios ate a Universidade em Santa Maria. Só quem anda de motocicleta sabe o que é bom da vida. Grande abraço do amigo Henrique Pfluger

    ResponderExcluir